Cidades

Agente Indígena de Saúde atuante em Tamboril morre em decorrência da Covid-19

Página Aberta – Informação e Realidade

 Daniela Teodósio. (Imagem: facebook).


A Agente Indígena de Saúde (AIS), Daniela Teodósio Torres (Daniela Tabajara), de 30 anos, que atuava na comunidade de Grota Verde, em Tamboril, morreu na manhã deste domingo (10), em decorrência da Covid-19, infecção provocada pelo novo coronavírus.

Daniela deu entrada no Hospital Geral de Monsenhor Tabosa, às 4 horas da madrugada. De acordo com a Secretária de Saúde do município, Celi Regina Bezerra, a paciente apresentava baixa saturação e bastante dificuldade para respirar, o médico suspeitou de Covid e pediu para ser colhido o teste, em seguida considerando a gravidade do caso recomendou a transferência com urgência para o hospital de referência em Crateús.

Ao Página Aberta, Celi Regina afirmou que o teste da paciente para Covid-19 deu positivo e que durante o percurso ela teve o quadro agravado.

Ainda durante o percurso na CE 265, o motorista da ambulância chegou a perder o controle do veículo que acabou saindo da pista, porém, de acordo com a secretária ninguém se machucou. Devido o ocorrido a transferência foi interrompida e Daniela veio a óbito em decorrência das complicações pelo coronavírus.

Além de profissional muito atuante na função, Daniela era bastante querida na comunidade onde trabalhava. A notícia do ocorrido pegou de surpresa conterrâneos e amigos que usaram as redes sociais para expressar comoção e manifestar solidariedade aos familiares.

O corpo de Daniela foi sepultado ainda na manhã deste domingo em Grota Verde. A jovem era casada e não tinha filhos. Essa foi a primeira morte indígena por coronavírus no Ceará.

Deixe seu Comentário

Sua opinião é muito importante para nós, participe.

Relacionadas

Confira outras notícias da categoria.