Cidades

Empresário Tião Rosa anuncia reabertura do Laticínio Lisieux em Monsenhor Tabosa

Página Aberta – Informação e Realidade

 Empresário Tião Rosa, (foto: Página Aberta).


Após seis anos fechado em decorrência da forte seca que ocasionou drástica redução na produção de leite bovino em todo o Ceará, o Laticínio Lisieux, de propriedade do empresário Sebastião Rosa Chaves Filho (Tião Rosa), está sendo reaberto no município de Monsenhor Tabosa.

O empreendimento reabre após a quadra invernosa que reacende as esperanças dos agricultores e produtores de leite.

O laticínio já está em funcionamento, com todo o sistema profissional, incluindo a capacitação técnica do produtor, visando à industrialização e modernização do sistema lácteo.


Reciclagem


Tião Rosa ressalta que aproveitou esses anos para viajar aos estados do Tocantins e Pará, onde se reciclou profissionalmente através da captação, industrialização e comercialização do leite.

“Hoje o laticínio Lisieux conta com caminhão tanque apropriado para o transporte do leite, o parque fabril foi ampliado com máquinas novas e modernas, voltado para a fabricação exclusiva do queijo mussarela, que devido sua excelente qualidade tem grande aceitação no mercado”, explica Tião.

Tião ressalta que hoje o laticínio conta com 40 tanques de captação de leite, que estão sendo instalados em pontos estratégicos do município. “Antes, a gente dependia dos tanques do governo, era limitado, hoje o laticínio tem sua própria estrutura para fazer a distribuição, uma melhor captação de leite para uma melhor industrialização do produto”.


Palma


Tião destaca que o município é campeão na produção de palma forrageira no Ceará, ótimo alimento para o gado e que está vinculado à produção do leite. Queremos inovar a forma de produzir leite em Monsenhor Tabosa, para o crescimento da bacia leiteira no município.


Vantagens para os produtores


De acordo com o empresário, o produtor que decidir vender seu leite para o Laticínio Lisieux, terá varias vantagens: a garantia do recebimento; o produtor pode produzir a quantidade que quiser, pois o laticínio compra tudo; E ainda o incentivo de melhorar o rebanho e consequentemente a produção do leite.


O produto que regula o preço do leite no mercado é o queijo. Nós estamos garantindo que quem colocar leite conosco no verão tem a garantia do mesmo preço do inverno.

Estamos iniciando com cinco mil litros de leite por dia, mas a meta é achegar a 20 mil litros de leite por dia até o mês de dezembro. Os produtores interessados devem procurar o laticínio para fazer o cadastro.


Emprego e renda


“O laticínio nasceu com a proposta de gerar emprego e renda na cidade, essa proposta continua viva, é nosso principal objetivo, agora com foco especial no projeto”, afirma o empreendedor. A reabertura do laticínio em Monsenhor Tabosa, conta também com apoio de produtores dos municípios de: Crateús, Santa Quitéria e Nova Russas.


Reportagem: Dorismar Rodrigues

Deixe seu Comentário

Sua opinião é muito importante para nós, participe.

Relacionadas

Confira outras notícias da categoria.