Cidades

Famílias foram evacuadas em Ubajara, no CE, após risco de rompimento de açude

Página Aberta – Informação e Realidade

 Viaturas de Polícia, Corpo de Bombeiros e carros da Prefeitura de Ubajara se concentraram para ajudar no trabalho de evacuação.


Após o nível de água ter subido rapidamente e com 100% de seu volume, o Açude Granjeiro, localizado entre os municípios de Ubajara e Ibiapina, região da Serra da Ibiapaba, no Ceará, encontra-se com sua estrutura comprometida e em risco de rompimento de sua barragem.

Devido o risco, cerca de 250 famílias que moram ao longo do Rio Jaburu, foram surpreendidas durante a noite deste sábado (16), com a orientação das autoridades, para evacuarem de suas casas como medida preventiva e de segurança.

Após análise da barragem, feita pela Defesa Cicil do Estado do Ceará, jutamente com órgãos do governo municipal de Ubajara, foi constatado que a barragem construída há 40 anos e sem manutenção, encotra-se com um processo erosivo muito acentuado. De início foi feito um trabalho de contenção com a colocação de 7 mil sacos de areia em um ponto da barragem, e em outros dois pontos foram colocados mais 500 sacos em cada.

A situação da barragem do açude está sendo motitorado pela Sohidra – Superintendência de Obras Hidráulicas, COGERH Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos e Ana – Agencia Nacional das Águas. Os técnicos explicam que apesar do risco de rompimento, não há motivo para desespero.

Com a previsão de fortes chuvas nos próximos dias para a região, a ANA, responsável pelo processo de açudagem, orientou que como medida preventiva e de segurança a evacuação das famílias.

A Defesa Civil explica que um sangradouro auxiliar está sendo contruido para diminuir o volume de água do açude, devendo ficar pronto até terça-feira (19).

Forças de segurança, servidores da Secretaria de Saúde e Infraestrutura de Ubajara e de municípios vizinhos, foram mobilizados para ajudar na evacuação das famílias que estão sendo levadas para locais seguros na sede do município.


Resistência

A evacuação das famílias residentes nas proximidades da barragem do açude Granjeiro, encontrou resistência na noite de sábado (16). De acordo com o secretário de ação social do município, Jairo Araújo, as 513 famílias que deveriam ser retiradas de suas casas correspondem a cerca de 3.200 pessoas. Destas, 30% estão se recusando a deixar suas moradias, número que corresponde a aproximadamente 960 moradores.

“Houve uma resistência e estamos saindo com assistentes sociais, psicólogos e líderes comunitários para tentar convencer essas pessoas do risco real que se corre caso essa barragem venha a romper”, explicou.

Sobre as ações, Araújo ressaltou que 42 pessoas estão abrigadas neste momento no Santuário da Mãe Rainha, situado no bairro São Sebastião, em uma área afastada da barragem.

O  prefeito de Ubajara, Renê Vasconcelos, reforçou o pedido para que os moradores da área do leito do rio Jaburu deixem as suas casas.

Deixe seu Comentário

Sua opinião é muito importante para nós, participe.

Relacionadas

Confira outras notícias da categoria.