Cidades

Fumacê ajuda no combate ao mosquito Aedes Aegypti em Monsenhor Tabosa Aegypti

Página Aberta – Notícia com Propósito
 A melhor forma de se evitar a dengue, zica e chicungunha é combater os focos de acúmulo de água.


A Prefeitura de Monsenhor Tabosa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou ontem (29) o fumacê para ajudar no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zica e chicungunha. A iniciativa busca reduzir o índice de mosquitos adultos. A aplicação do inseticida dispersado pelo veículo vai ocorrer em toda a área urbana.

De acordo com Fernando Alves, Supervisor de Endemias do Município, nesse momento, o uso do fumacê é uma atuação preventiva. “Conseguimos o carro fumacê com o Governo do Estado para fazer as aplicações. Serão realizados três ciclos: o primeiro ocorreu entre o dia de ontem e hoje, 29 e 30 respectivamente; o segundo acontece nos dias 2 e 3, e o terceiro nos dias 6 e 7 de junho, sempre no início da manhã e final da tarde”.

Segundo o supervisor, este ano, foram feitos 104 notificações, sendo que 4 casos de dengue foram confirmados. “No momento existe cerca de 0,47% de infestação  predial, esse índice é considerado baixo. As pessoas que fizeram notificações devem retornar para realizar o exame de sangue”, conclui Alves.

A PREVENÇÃO É A ÚNICA ARMA CONTRA A DOENÇA

A melhor forma de se evitar a dengue, zica e chicungunha é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor das doenças. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

Por Dorismar Rodrigues

Deixe seu Comentário

Sua opinião é muito importante para nós, participe.

Relacionadas

Confira outras notícias da categoria.