Redes Sociais

Cidades

Lâmpadas piratas oferecem riscos de superaquecimento, choque e curto-circuito

Página Aberta – Informação e Realidade

Publiclado

em:

Página Aberta – Informação e Realidade
 Laboratório UL Testtech é um dos poucos a realizar o teste em território nacional para certificação obrigatória do INMETRO. Foto: Desirée Ferreira

São Paulo, agosto de 2018 – O comércio de produtos falsificados em São Paulo e no Brasil é comum e os números não mentem. Uma operação do Instituto de Pesos e Medidas (IPEM/SP) realizada na rua Santa Efigênia, em 2017, que teve como foco lâmpadas LED, constatou que 69% dos produtos eram irregulares e desrespeitavam regulamentos do INMETRO e do Código de Defesa do Consumidor. Todas as lojas fiscalizadas foram autuadas na ocasião.

O preço muito baixo da lâmpada é, sem dúvida, um atrativo, mas deve ser um sinal de alerta porque, caso o valor se deva à falta de certificação, pode haver riscos de superaquecimento e até riscos físicos como choques.

Rodrigo Andrietta, diretor técnico da UL Testtech, laboratório da multinacional Underwriters Laboratories, localizado em Porto Alegre, salienta que a certificação é primordial para qualquer tecnologia, principalmente quando envolve riscos às pessoas: “benefícios alegados em produtos à venda hoje, como vida útil e eficiência, tem de ser testados e certificados em prol do consumidor”, explica.

Ter a credencial de um reconhecido veículo de comunicação, através da firme atuação no campo jornalístico, com conteúdos exclusivos e múltiplas linguagens, sobretudo a constante busca pela excelência profissional e a formação das parcerias necessárias para construir os melhores resultados.

Continue Lendo
Publicidade Página Aberta – Informação e Realidade Página Aberta – Informação e Realidade