Cidades

Mãe morre dois meses depois de dar a luz a gêmeas; Moradores mostram solidariedade

Página Aberta – Notícia com Propósito
 Gilberto cerca as filhas de cuidados. Foto: Gilson silva (arquivo pessoal)


A dona de casa Carla da Silva Siriaco, de 34 anos, morreu no dia 31 de março, dois meses depois de dar a luz, duas bebês. O fato aconteceu na localidade de Sítio do Meio, Zona Rural de Monsenhor Tabosa – CE. O esposo de Carla, Antonio Gilberto da Silva Nascimento, de 32 anos, conta que foi tudo muito rápido, ela se sentiu mal, foi socorrida ao hospital, mas já deu entrada praticamente sem vida. Ele disse ter sido comunicado que a esposa faleceu em decorrência de problemas pulmonares.

Desde então as pequenas Ana Sophia e Sarah Ellen, estão sob os amorosos cuidados do pai e familiares. Emocionado, Gilberto conta que estavam casados há pouco mais de um ano, essa era a primeira gravidez de Carla.

Gilberto mora numa casa simples cedida por sua mãe, ele tira seu sustento do trabalho na agricultura e recebe uma pequena renda do Programa Bolsa Família.

Ao falar da morte precoce da esposa, Gilberto lamenta profundamente, e procura forças para lidar com a dura situação: “a vida não é fácil, minha esposa levou metade de mim, mas a gente não pode desanimar, tenho que levantar a cabeça, reclamar não vai resolver nada, preciso trabalhar para manter as despesas, afinal as crianças precisam de mim. Agradeço as pessoas que estão ajudando, mas não podemos viver de doação por muito tempo”, fala.

Gilberto conta que desde que perdeu a esposa tem recebido muitas visitas. “Infelizmente algumas pessoas vem até minha casa querendo saber se as crianças estão para adoção, eu sempre deixo claro que elas têm pai, e mesmo com dificuldades irei criá-las”! Afirma.

A história das gêmeas que ficaram órfãs de mãe com apenas dois meses de vida, se espalhou pelas redes sociais e comoveu várias pessoas que buscam ajudar com fraldas, leite, roupas, etc.

Quem desejar contribuir basta entrar em contato pelo telefone (88) 99792-4904

Reportagem: Dorismar Rodrigues

Deixe seu Comentário

Sua opinião é muito importante para nós, participe.

Relacionadas

Confira outras notícias da categoria.