Segurança

Acusado de atentado incendiário no centro de Tauá é preso pela Polícia Civil

Página Aberta – Informação e Realidade

 Acusado já tem passagens pela polícia.


Policiais Civis da Delegacia Regional de Tauá e de Delegacia Municipal de Quiterianópolis, sob o comando do delegado Luiz Artur, efetuaram nesta segunda-feira, 7 de outubro, a prisão de Antônio Wanderson Lopes Cavalcante.

De acordo com as investigações, Wanderson é acusado de ser o autor intelectual e um dos executores do ataque incendiário ocorrido no centro do município de Tauá, na madrugada do dia 25 de setembro deste ano.

Na ocasião, um caminhão de propriedade privada foi queimado com uso de substância inflamável; as investigações pontam ainda que o grupo responsável pelo ataque atuou em nome de uma facção criminosa.

O proprietário informou à polícia que comprou o caminhão parcelado e que havia acabado de quitar o veículo; O prejuízo estimado é de cerca de R$ 20 mil.

Para a polícia, o crime tem relação com a onda de atendados promovidos por grupos criminosos em todo o Estado, motivados pela pretensa exigência na concessão de regalias por parte do estado a população carcerária.

A prisão preventiva do suspeito foi decretada pela Vara Especializada de Delitos de Organizações Criminosas de Fortaleza, após manifestação favorável dos do GAECO – Grupo de Atuação Especial de Combate as Organizações Criminosas.

O delegado Luiz Artur, diz que a polícia civil não vai recuar e que as investigações vão prosseguir no sentido de identificar e capturar os demais envolvidos.


Denúncia


A Polícia Civil ressalta que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número (88) 3437.1888, da Delegacia Regional de Tauá. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Deixe seu Comentário

Sua opinião é muito importante para nós, participe.

Relacionadas

Confira outras notícias da categoria.